quarta-feira, 10 de junho de 2009

Lançada a Campanha Educativa para o mês da Diversidade Sexual de SP

Católicas pelo Direito de Decidir, APOGLBT, grupo CORSA e LBL acabam de lançar a campanha educativa para o mês de orgulho LGBTT de 2009. Mais uma vez, teremos banners gigantes (2,5 m de altura!) que estarão na Av. Paulista durante a 7a. Caminhada de Lésbicas e Bissexuais de SP e a 13a. Parada de Orgulho LGBTT de SP. Também serão produzidos e distribuídos 10 mil postais, que estarão disponíveis a partir de 15/06 em bares, casas noturnas, centros culturais, cinemas e outros estabelecimentos comerciais considerados GLS, sendo cinco mil deles com o tema da Caminhada de Lésbicas e cinco mil com o tema da Parada LGBTT.
Para realizar a campanha deste ano, contamos com a colaboração da antropóloga Regina Facchini (PAGU/Unicamp), que ajudou a criar a concepção geral e as frases, do fotógrafo e designer Márcio Dantas e com os/as modelos que gentilmente posaram para as fotos: Lívia & Verônica, Rose & Tiely, Dhory & Dayana e Alisson & Rodrigo. Ao mesmo tempo em que buscamos afirmar a importância e o valor da diversidade, procurando desconstruir a intolerância de um único modelo e o autoritarismo de uma verdade absoluta - características dos fundamentalismos religiosos -, também queríamos assinalar positivamente marcadores sociais de diferença, como cor/raça, gênero, e geração, hoje fatores estigmatizantes. Para isso, criamos o slogan:
Cores, formas, idades, sexos, sexualidadesDeus fez e ama a diversidade
Por meio dos postais, fizemos ao mesmo tempo uma campanha afirmativa, com o slogan acima e belas imagens, e também reivindicativa, com o verso mostrando os problemas enfrentados pelas pessoas LGBTT, com um slogan mais agressivo. Nos postais da Parada, o slogan do verso é:
Chega de homofobiaIgualdade todo dia
Na outra versão, apresentamos no verso os slogans da própria Caminhada:
Não se cale, ser lésbica é um direitoNão á violência contra a mulherPor um mundo feminista!
Por meio das imagens, a intenção é desconstruir padrões de beleza e de perfeição impostos socialmente, buscando valorizar a beleza da diversidade, do cotidiano e das pessoas comuns. O objetivo inicial era evidenciar a beleza e a importãncia de pessoas idosas, de pessoas negras, de casais inter-raciais, pessoas com deficiência, etc . Não foi possível obter todas as imagens que gostaríamos de apresentar, especialmente por falta de modelos para as fotos, mas, ainda que com menos imagens do que havia sido planejado, foi possível avançar neste sentido, pois pudemos trazer casais diversos, pessoa trans e com deficiência.Por fim, neste ano também, de forma ousada o trabalho incluiu a imagem de um homem transexual (Dhory) em relação de afeto, já que o direito de amar e ser amado/a é uma luta das pessoas trans na qual nos engajamos com força. Mostrando que todas/os têm direito à credibilidade, dignidade, confiança, afeto, amor, a uma vida livre de preconceito, sem humilhação e violência, a campanha pretende, de alguma forma, tocar corações e mentes e contribuir para promover a cidadania de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

3 comentários:

j.p disse...

ola moça sou o J.P de são paulo, sou militante do movimento hip hop do brasil e damos total apoio para estas iniciativas que buscam libertar as mulheres deste julgo machista e preconceituoso a que as mulheres e homosexsuais sofrem pelo mundo, sobretuto nos paises mais pobres.
mulheres libertem-se e lutem....beijus

j.p disse...

meu email: olimpioni@msn.com

Salete Maria disse...

Oi, o Cordelirando está com a campanha+promoção: Ajude Salete Maria a CORDELIRAR!
Dá uma conferida e, se der, participa e divulga, por favor!
Abraços!