segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

LIBERDADE


Liberdade vem e canta
e saúda este novo Sol que vem.
Canta com alegria o escondido
amor que no peito tens.
Mira o céu azul
espaço aberto pra te acolher
Mira o céu azul
espaço aberto pra te acolher
Liberdade vem e pisa
este firme chão de verde ramagem.
Canta louvando as flores
que ao bailar do vento
fazem sua mensagem.
Mira estas flores
abraço aberto pra te colher.
Mira estas flores
abraço aberto pra te acolher.
Liberdade vem e pousa
nesta dura América triste vendida.
Canta com o teu grito
nossos filhos mortos e a paz ferida.
Mira este lugar
desejo aberto pra te acolher.
Mira este lugar
desejo aberto pra te acolher.
Liberdade, liberdade
és o desejo que nos faz viver.
És o grande sentido
de uma vida pronta para morrer.
Mira o nosso chão
banhado em sangue pra reviver.
Mira a nossa América
banhada em morte pra renascer.

2 comentários:

Tatiana Carlotti disse...

Que belo poema, minha querida. Um abraço, Tati

vanessa@revistaforum.com.br disse...

Olá,
Meu nome é Vanessa, sou da Revista Fórum e venho lhe informar sobre uma campanha que estamos promovendo.
A edição de março irá tratar das conquistas femininas no Brasil. A matéria de capa será resultado de uma enquete para escolher qual a personalidade melhor simboliza a luta das mulheres no Brasil.
Você pode me mandar um email pra eu lhe passar o release para nos auxiliar na divulgação?
A Votação está no ar: http://www.revistaforum.com.br/mulher.
Participe e obrigada pela atenção.

Vanessa Nicolav
vanessa@revistaforum.com.br